Esporte

PSG enfrenta Neymar. 222 milhões de euros ou nada

O bilionário dono do clube francês se cansou. Ou o desvalorizado jogador traz a quantia que o PSG investiu ou fica no clube. Ele cedeu e foi para a China

24/07/2019 14h12
Por: Costa
Fonte: COSME RÍMOLI / R7.com
253

Neymar está sem saída. O PSG só aceita os 222 milhões de euros que pagou. Reprodução/Twitter

 

O jornal L'Equipe é o mais jornal esportivo mais poderoso da França.

Desde que foi fundado, em 28 de fevereiro de 1946, tem acesso aos vestiários dos grandes clubes franceses.

Como a redação fica em Paris, não por acaso se especializou no Paris Saint-Germain.

Para falta de sorte de vários jogadores problemáticos que passaram por lá.

O modus operandi dos repórteres foi moldado com atletas tão espetaculares quanto complicados.

Os dois maiores exemplos foram Ibrahimovic e Ronaldinho Gaúcho.

Foi o L'Equipe que desvendou a triste saída pela porta dos fundos do Grêmio.

O jogador assinou um pré-contrato com o clube francês sem os dirigentes gaúchos terem conhecimento.

O periódico logo teve de expôr a precoce atração às noitadas do brasileiro. 

Seu talento, a torcida em pé, empolgada com seus dribles, não compensavam a irresponsabilidade. 

As brigas com o treinador Luis Fernández, com os dirigentes, com os companheiros de clubes foram expostas pelo jornal.

Até sua saída, no auge, para o Barcelona, teve muito a ver com sua falta de comprometimento com o clube.

Tanto que com ele, só dois títulos insignificantes, ambos em 2011. Copa Intertoto da UEFA e Troféu de la Cerâmica.

As farras pesaram.

A vontade do jogador também teve influência. 

Mas nem tanta.

Os dirigentes franceses sempre mantiveram sua força na negociação.

Se não fosse a quantia recorde de 21 milhões de euros, atuais R$ 88 milhões, 

em 2003, ele não sairia.

O tão talentoso quanto alucinado, egocêntrico sueco Zlatan Ibrahimović seguiu o mesmo caminho. Brigas internas com treinadores, dirigentes, companheiros. Brigas físicas com adversários.

E muito talento em campo.

Por mais irônico que possa parecer, ele respeitou muito mais o PSG que Ronaldinho Gaúcho ou Neymar, por exemplo.

Sabia que estava no início do projeto do bilionário qatariano Nasser Al-Khelaïfi. Ele queria, e transformou, o PSG em uma grande potência nacional e depois internacional.

Tanto que Ibrahimović disse, com razão, quando se despediu do clube, indo para o Manchester United.

"O PSG era um, antes da minha chegada. Não ganhava nada. Eu ensinei o clube a vencer."

E os jornalistas do L' Equipe comprovavam que ele era o 'dono do vestiário'. Mas ao contrário de Neymar estava envolvido mesmo nas competições. E fez o elenco, muito inferior ao atual, ir no seu limite.

Com Zlatan, o PSG ganhou quatro Campeonatos Franceses, um em cada ano de seu contrato de quatro temporadas. Três Supercopas da França. Três Copas da Liga Francesa. Duas Copas da França

Não conseguiu, no entanto, levar o PSG para o sonho da Champions League. O sueco ficou entre 2012 e 2016.

PSG não se dobrou às noitadas de Ronaldinho. E exigiu muito dinheiro do Barça. PSG

 

Primeira grande compra midiática de Nasser Al-Khelaïfi, custou 20 milhões de euros, pagos com prazer, ao Milan. Cerca de R$ 83 milhões. Foi para a Inglaterra depois de cumprir seu contrato.

"Cheguei como rei. Saio como lenda", cunhou Se envolveu em um escândalo sexual.

Os jornalistas do L'Equipe e de toda mídia francesa usam o sueco como referência na comparação de Neymar.

E se revoltam.

Porque ele está em um time melhor, ganha muito mais que o sueco jamais pensou, mas não mostra o menor comprometimento com o clube. A sua resistência em estudar e falar francês é um dos pontos de irritação da torcida. Ainda mais com o país vivendo uma onda nacionalista, governado pelo presidente Emmanuel Macron.

O novo executivo de futebol, o ex-jogador da Seleção Brasileira, Leonardo, trabalhou com Zlatan. E é mais um a não se conformar com a maneira de Neymar se comportar.

Por isso, de acordo com as últimas notícias do L'Equipe, ele foi direto com a estrela da Seleção Brasileira e com Neymar da Silva, pai, empresário, tutor, psicólogo do camisa 10.

Leonardo lembrou que o PSG pagou a maior quantia de todos os tempos por um jogador de futebol, em 2017. 222 milhões de euros, R$ 930 milhões. 

E que Neymar se comprometeu com cinco anos de projeto. Que tem como principal objetivo a conquista da Champions League.

Não há lógica para Nasser Al-Khelaïfi a desistência do projeto. Ele exige o comprometimento. Ou ao menos a compensação financeira pelo que o clube pagou. O bilionário não está interessado em trocas e uma pequena quantia.

Exige os 222 milhões de euros, de acordo com o L'Equipe.

Ação firme e inteligente.

Neymar não chega aos pés da idolatria de Ibrahimović no PSG. PSG

 

Quantia que nem Barcelona, Real Madrid, Manchester United, Manchester City querem pagar pelo jogador.

A caminho dos 28 anos, ele está desvalorizado.

Não vale o que o PSG pagou.

Está longe de figurar entre os três melhores do mundo.

Teve duas fraturas no mesmo quinto metatarso no pé direito.

Virou piada por suas simulações na Copa da Rússia.

Está envolvido em um escândalo sexual.

Acusou jogadores do PSG de não obedecer seu treinador.

Foi superado no clube por Mbappé.

Adivinhe quem é o terceiro jogador da esquerda, a embarcar para a China... PSG

 

Neymar e seu pai, de acordo com o jornal francês, entenderam a situação.

E até aceitaram ir com o time para a pré-temporada na China.

Para quem enfrentou Ronaldinho Gaúcho e Ibrahimović, Neymar não é um adversário tão forte.

Com os bilhões da família real qatariana será assim.

Ou ele e seu pai trazem uma proposta de 222 milhões de euros, ou ele terá de cumprir o contrato até 2022.

Se quiser ficar apenas treinando, pode ficar.

Sair por muito menos do que veio, em um escambo envolvendo jogadores, Neymar não sairá.

A palavra é do L'Equipe.

O jornal que domina os vestiários do PSG.

Há 73 anos...

 

Acompanhe nas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Joinville - SC
Atualizado às 05h22
21°
Muitas nuvens Máxima: 22° - Mínima: 15°
21°

Sensação

6.4 km/h

Vento

84%

Umidade

Fonte: Climatempo
Municípios
ANUNCIO NA FAIXA POLITICA
ANUNCIE AQUI
Últimas notícias
Anuncio na faixa esporte
Mais lidas
Anuncio faixa policia
Anúncio