Coronavírus

Maia: 'Decreto de calamidade é necessário para enfrentar coronavírus'

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou em declaração exclusiva à CNN Brasil nesta terça-feira (17) que a decretação do estado de calamidade pública no Brasil é necessária para combater o avanço do novo coronavírus no país.

18/03/2020 11h47
Por: Lima
Fonte: Daniela Lima, CNN
140
Rodrigo Maia, presidente da Câmara, em entrevista à CNN Brasil. Foto: Reprodução/CNN Brasil
Rodrigo Maia, presidente da Câmara, em entrevista à CNN Brasil. Foto: Reprodução/CNN Brasil

Em mensagem de áudio, Maia salientou que “desde a semana passada os deputados e deputadas estão defendendo a necessidade de intervenção do Estado brasileiro nessa crise”.

Só nesta terça o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) adotou a medida. Na segunda, ele criticou “histerismos” sobre o coronavírus. Antes, tratou a pandemia como “fantasia”.

“Nós só vamos supera-lá [a crise] com essa decisão do decreto de calamidade, que abre espaço fiscal, o que significa recursos para que a gente possa garantir toda a base de atendimento de saúde”, disse Maia. 

Segundo ele, o decreto também permitirá “a intervenção na economia, para que a gente possa garantir os empregos e que as empresas não quebrem e que também possa cuidar dos mais vulneráveis”.

O presidente da Câmara citou ainda medidas protetivas a trabalhadores informais e a pessoas que estão aptas a ingressar ou que já estão no Bolsa Família.

O decreto de calamidade, portanto, não terá dificuldade de ser aprovado pelo Congresso.