Seleção Brasileira

Postura serena, três quedas e um gol: o primeiro jogo do novo capitão Neymar

Com Bruna Marquezine na arquibancada, camisa 10 quase não se dirige ao juiz e sofre apenas uma falta em 80 minutos. Comemoração com o dedo na boca foi para o filho Davi Lucca

08/09/2018 12h31
Por: Costa
Fonte: GloboEsporte.com
219
Brad Penner-USA TODAY Sports
Brad Penner-USA TODAY Sports

Quase todos os holofotes estavam voltados para Neymar na última sexta-feira. Fosse pela imagem arranhada por seu comportamento na Copa do Mundo, fosse pelo fato de ter voltado a ser o capitão da Seleção - posto que havia renunciado após a Olimpíada de 2016. Em 80 minutos de futebol, o camisa 10 mostrou-se sereno e quase não reclamou com o juiz Fernando Guerrero. Deixou o campo com três quedas, uma falta sofrida, três finalizações e um gol.

A fama de ''cai-cai'' criada na Copa não marcou presença em Nova Jersey. Neymar se esforçou para jogar quase o tempo todo de pé. No estádio onde estreou e marcou seu primeiro gol pela Seleção, o atacante foi ao chão apenas três vezes. Na única falta assinalada, ainda teve que ouvir a ironia do lateral Yedlin. Nas outras duas quedas, o juiz mandou o jogo seguir. No fim, chegou a se desentender rapidamente com o zagueiro Miazga.

Neymar vs EUA

  • 80 minutos em campo
  • 1 falta sofrida
  • 2 faltas cometidas
  • 1 gol

Foram poucos os contatos de Neymar com o árbitro da partida. Apesar de agora ser o dono definitivo da braçadeira, o camisa 10 deixou claro que não será o único a ter a responsabilidade de falar em campo.

- Pior que falei bastante (com os companheiros de equipe), mas ali todo mundo conversa. Não é porque sou o capitão que os outros não vão falar. Tem que falar. Vários no grupo podem exercer a função de capitão, tem a característica. Thiago Silva, Marquinhos, Casemiro, Filipe Luís...

''Minha atitude dentro de campo é praticamente a mesma. Claro que a responsabilidade é maior. Mas não é porque uso a braçadeira que só eu tenho que falar e organizar o time. Nada disso. Todo mundo tem que conversar'', disse.

Indagado sobre a atuação do camisa 10 como capitão, o técnico Tite deixou claro que é preciso de mais tempo para avaliar a situação.

- Quero falar pouco, mas ser cúmplice do comportamento dele e das atitudes. Sem perder a audácia, sem tirar o último drible no terço final do campo. É a característica do jogador brasileiro. Não adianta falar, é o comportamento em campo. Daqui a pouco vão bater e falar que ele se jogou. Acho que seus comportamentos e atitudes vão falar por si só - disse o comandante.

Neymar leva o dedão à boca na comemoração: homenagem para o filho (Foto: Pedro Martins / MoWA Press)

A irmã Rafaella e a namorada Bruna Marquezine estavam no estádio. A comemoração do capitão após o gol de pênalti, com o dedo na boca, gerou suspeitas de que a atriz da TV Globo estaria grávida. Mas foi alarme falso.

- Foi para o meu filho. Sempre que comemoro assim é para ele.

O Brasil volta a campo na próxima terça-feira, às 21h30 (de Brasília), em Washington, para enfrentar El Salvador. Os amistosos de outubro também já foram anunciados: Arábia Saudita e Argentina, nos dias 12 e 16. Ambos os jogos serão realizados na Arábia Saudita.

 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Joinville - SC
Atualizado às 06h02
18°
Muitas nuvens Máxima: 24° - Mínima: 18°
18°

Sensação

11.1 km/h

Vento

81.2%

Umidade

Fonte: Climatempo
Municípios
ANUNCIO NA FAIXA POLITICA
ANUNCIE AQUI
Últimas notícias
Anuncio na faixa esporte
Mais lidas
Anuncio faixa policia
Anúncio